7 Passos para Começar a Economizar Dinheiro!

Economizar Dinheiro

Quantas vezes já sobrou mais mês do que salário para você? Isso acontece com muita gente. Está na hora de mudar essa realidade. Você terá 7 passos para mudar de vez essa situação. Com certeza estes passos irão ajudá-lo a conseguir sobrar salário no final do mês e economizar dinheiro de verdade!

A frase que usei no início do artigo, já virou praticamente parte da cultura do brasileiro que não consegue economizar dinheiro. Muitas vezes parece que o brasileiro tem prazer em falar: “estou atolado em dívidas e sem 1 centavo na conta corrente”.

O motivo dessa “cultura” é muito simples.

Gastar mais do que ganha.

É simples demais. Todos sabem que é esse o motivo, então porque continuam acumulando dívidas, além de não sobrar nada na conta no final do mês (ou na metade do mês..)?

Nós somos muito consumistas pela cultura da nossa sociedade. Compramos muito, na maioria das vezes, sem necessidade. Em muitos casos, não compararamos com produtos/serviços parecidos e mais baratos. Além disso, compramos para “aparecer” para a sociedade.

Está na hora de mudar. Começar a sobrar dinheiro no seu mês! Para isso você precisará:

Economizar Dinheiro

 

Vamos agora aos passos para você conseguir mudar sua vida e fazer a difícil tarefa de economizar dinheiro.

Você notará que tudo é interligado. Um é necessário é para o outro.

#1 – Mude seu pensamento sobre o dinheiro

Economizar Dinheiro

 

A primeira coisa é mudar seu pensamento sobre o dinheiro. Evitar o consumismo excessivo. Pensar antes de simplesmente consumir. Temos que utilizar o dinheiro com sabedoria.

 

“Muitos gastam dinheiro que ainda não ganharam, comprando coisas de que não precisam, para impressionar pessoas de quem não gostam.” ~ Will Smith

Você se identifica com essa frase? Para muitos, ela faz muito sentido.

Por qual motivo você faz isso? O que você compra é para você mesmo, ou apenas para se destacar? Repense o que você entende sobre dinheiro.

Lógico, ter hobbies que consuma uma parte do seu dinheiro faz parte da vida de qualquer um.

Você pode gostar de andar sempre na moda, gastando mais com roupas. Você pode gostar de sair com os amigos todo final de semana, gastando com bares e etc. Você pode gostar praticar esportes que necessitam de equipamentos especiais/mensalidades.

Enfim, hobby para gastar seu dinheiro existem milhares. Você tem dinheiro para sustentar todos esses hobbies? Ótimo!

Agora, se você não tem, pense muito antes de sair consumindo.

Se você é apaixonado por estar na moda, muitas vezes, você compra sem nem olhar preço. Simplesmente parcela no cartão de crédito (na maior quantidade de vezes que a loja deixar!!).

Não pode ser assim. Isso não vale só para roupas não. Muitos são fissurados em aparelhos eletrônicos. Compram sempre o último modelo de um celular ou tablet, sendo que nem acabaram de pagar as prestações do antigo.

Não deixe o hobbie tomar conta do seu salário. Lembre-se: O hobbie que você tem é SEU. Se deixar o consumismo tomar conta de você, ficará refém do hobbie. Viverá e trabalhará apenas para sustentá-lo. Isso não é saudável, tome cuidado.

#2 – Faça um controle de TODOS seus gastos

Economizar Dinheiro

Esse passo já detalhei bastante no artigo 2 métodos para economizar dinheiro hoje. Fazer um controle mensal de todos os seus gastos é essencial, crucial e obrigatório.

Muitas vezes gastamos sem ter noção aonde gastamos tando dinheiro. Quando o mês está terminando nós pensamos: “Aonde foi parar meu dinheiro? Não gastei em nada nesse mês…

Tendo um controle fixo de todos os gastos, você saberá exatamente no que gastou seu dinheiro. Para saber mais sobre este quesito, leia o artigo que citei.

#3 – Aprenda a analisar TODOS seus gastos

Economizar Dinheiro

 

Ok, você está fazendo o controle dos gastos. Parabéns!

Mas está analisando-os?

Do quê adianta fazer todo o controle de cada centavo que você gasta se não os analisa? Depois de um mês fazendo o controle diário, você chega no final do mês, sem ter dinheiro na conta, e faz a mesma pergunta:

“Aonde foi que gastei meu dinheiro????”

Ainda bem que você tem seu controle! Você então olha suas anotações e vê que gastou muito em almoço durante a semana.

E agora?? Simplesmente fala, “ok, agora já sei onde gastei.

Não!! Essa é a hora de começar a analisá-lo!

Aonde estou almoçando? Tem algum restaurante mais barato por perto? Será se consigo trazer comida de casa uns 2 dias na semana pra economizar dinheiro?

Este é só um exemplo. Analise que você achará diversas oportunidades de economizar dinheiro.

Levante as hipóteses para começar a abaixar esse valor!

#4 – Traçar Orçamentos e Metas para todos os gastos

Economizar Dinheiro

 

Traçar orçamento para seus gastos é uma ótima forma de controlar seus gastos e economizar dinheiro.

Continuando com o exemplo de gastos demais em almoço, vamos supor que tenha gastado 300 reais em almoço no mês.

Depois de achar uma forma de diminuir os gastos, vá traçando orçamentos e metas para diminuir esse custo. No mês seguinte, procure gastar somente R$ 270. Se tiver êxito, no próximo já baixe para R$ 250 e assim por diante.

Você acha que sua empresa tem diversas metas somente para cobrar serviço de você? Claro que não.

As empresas tem metas e orçamentos poque isso reduzirem os gastos da empresa, sobrando mais dinheiro para os donos. A lógica é a mesma para você!



 

#5 – Pare de acumular dívidas, carnês e empréstimos

Economizar Dinheiro

Esse é primordial. Quantas pessoas compram parcelado, assumem dívidas e carnês sem ter noção nenhuma se irão cumprir com a obrigação de pagar?

Inúmeras!

Você deve saber TODOS seus parcelamentos e TODAS suas dívidas. Saber o valor de cada uma, quantas parcelas faltam, quanto do seu ganho mensal está comprometido.

Se você não sabe ainda disso, vá já fazer um levantamento. Você tem que ter ciência do quando de dívida você pode assumir. Caso contrário acontecerá o que falei anteriormente. Perderá o controle, começará a acumular dívidas impagáveis, e cairá no juros sobre juros dos bancos, que é mortal.

Algumas dicas essenciais para fazer esse controle:

Nunca parcele seu cartão de crédito.

Muitos falam em não pagar o mínimo do cartão.

Eu não. Falo em nunca parcelar a fatura do cartão de crédito. Pague sempre a fatura em total. Parcelando a fatura você estará “Parcelando o Parcelamento”.

Estranho, mas é isso que você está fazendo. De quebra, pagando juros enormes para os bancos.

Tenha somente 1 cartão de crédito

Essa é muito importante. Quem aqui tem mais de 1 cartão de crédito? Muitos…

Quando você tem mais de 1 cartão, parcela uma compra no cartão do Banco X, outra compra no cartão do Banco Y, outra no Banco Z e por aí vai. Nesse ponto é onde as pessoas se perdem.

Concentre todas suas compras em 1 cartão. Assim, o controle de saber o que você tem de dívida torna-se mais fácil.

O limite do cartão nunca pode ser maior que seu salário mensal

Além de ter somente 1 cartão, é essencial que este cartão não tenha um limite maior que seu salário. Você tem que ter a oportunidade de pagar este cartão dentro do mês!

Se você tem outras contas mais importante, aluguel, prestação do carro, entre outros, subtraia este valor do salário, para saber quando você pode ter de saldo.

Por exemplo, se você tem salário de R$ 2.500 paga aluguel de R$ 750 prestação do carro de R$ 250 e o colégio do filho de R$ 500 o limite do seu cartão deverá ser de R$ 1.000,00.

Se você não tem um controle muito bom dos seus gastos, utilize essa forma para seu cartão.

“Mas eu quero fazer uma compra maior que essa e não posso, porque o valor é maior que o limite do cartão… Não gostei desse método!”

A palavra Limite tem um motivo muito especial para se chamar assim: Ele é o Limite de quanto você pode gastar!

Se você gastar mais que seu limite, você estará gastando dinheiro que não é seu, isso terá um custo muito grande! Tome muito cuidado com isso.

#6 – Economize e Negocie!

Economizar Dinheiro

Com essa nova cultura do brasileiro, de querer parcelar tudo no cartão de crédito, as lojas aderiram um novo sistema para venda.

Antigamente, quando você ia comprar um produto em alguma loja, estava a oferta: Produto X por R$ 500!

Quando você entra na loja e pergunta se pode parcelar, o vendedor dizia que custava R$ 550 parcelando.

Hoje, as lojas mudaram. A loja já anuncia o produto por R$ 550 à vista, ou em 5 vezes “SEM JUROS”.

O consumidor já pensa que essa loja é muito boazinha, vendendo a prazo pra mim pelo mesmo preço da venda a vista. Adorei essa loja.

Essa é a estratégia utilizada na grande maioria das lojas.

O que você pode fazer para se prevenir desta estratégia e economizar dinheiro? Antes de consumir qualquer produto, tente economizar o dinheiro por alguns meses.

Ao invés de já comprar o produto na mesma hora, tente economizar o dinheiro pelo período que você iria comprar o produto.

Se você quer muito o Produto X, faça uma dívida com você mesmo de R$ 200 nos dois primeiros meses e R$ 150 no 3º mês. Com o dinheiro em mãos vá até a loja, com disposição para negociar.

Se o vendedor que oferece o produto parcelado por R$ 550, ele tem que vender para você com um preço mais barato. Negocie com o vendedor! Mesmo que não venda pelos R$ 500 e venda por R$ 520 já é um valor que você conseguiu economizar.

A negociação das suas compras é muito importante. Ainda mais quando você tem “bala na agulha” pra comprar à vista.

#7 – Tenha paciência

Economizar Dinheiro

O último passo é para que você tenha paciência. Mudar a forma de como você encara o dinheiro, de fazer o controle todos os meses dos seus gastos, de alterar o limite do cartão de crédito e baixar o seu consumo, tudo isso requer paciência.

Muita paciência.

Mas mesmo assim, depende somente de você. Com o passar dos meses você verá a transformação do seu salário. Verá que é possível sim sobrar salário no mês, basta ter paciência para colocar todos os passos em dia e estar disposto a sacrificar uma parte do seu consumo.

Muitas vezes são tarefas chatas para a grande maioria das pessoas. Ficar controlando gastos, ficar pensando nas dívidas antes de fazer uma compra, poucos tem calma e aguentam conviver com isso diariamente.

Entretanto, se quiser mudar sua saúde financeira, você deve entender e aprender como funciona. O início é sempre mais chato, após isso, controlar torna-se um hábito, fazendo as tarefas no “piloto automático” e não se indomodando mais com as dívidas!

BÔNUS! #8 – Guarde um percentual da sua receita para investimento

Economizar Dinheiro

Uma dica bônus!

Agora que você está conseguindo economizar dinheiro, para que você tenha uma “gordurinha” na sua saúde financeira, preocupe-se em poupar uma porcentagem do seu salário todos os meses.

É muito importante você ter aonde recorrer quando está apertado nas finanças. Por isso dedique-se em poupar todos os meses uma parte do seu salário.

Não existe um percentual certo. Depende muito do seu perfil. Critérios como idade, estado civil, se tem filhos, salário fixo ou variável, tudo isso deve ser levado em consideração.

Por isso que é muito importante fazer uma análise. Jovens, que moram com os pais, estão começando a trabalhar agora, devem poupar entre 30 a 50% do seu salário. Tranquilamente!

Já quem tem filhos, aluguel para pagar, prestação do carro pra colocar em dia, não consegue dispor de um valor tão alto do salário. Mas ainda assim, deve, no mínimo, alocar 10 a 15% do seu salário mensal numa reserva financeira.

É essencial você fazer isso. Com o dinheiro da reserva financeira, você pode investir nos ativos que comento nos meus outros artigos aqui no Economizar e Investir.


 

Conclusão

Não esqueça dos passos para começar a economizar

  • 1 – Mude seu pensamento sobre o dinheiro
  • 2 – Faça um controle de TODOS seus gastos
  • 3 – Aprenda a analisar TODOS seus gastos
  • 4 – Traçar Orçamentos e Metas para todos os gastos
  • 5 – Pare de acumular dívidas, carnês e empréstimos
  • 6 – Economize e Negocie!
  • 7 – Tenha paciência
  • Bônus 8 – Guarde um percentual da sua receita para investimento

Levando todos os passos a sério, você conseguirá ter mais salário do que mês! Tome cuidado das suas finanças.


 

The following two tabs change content below.
Pós-graduado em finanças pela Fundação Getúlio Vargas e bacharel em Administração. Consultor Financeiro Pessoal, ajudando diversas pessoas a melhorar sua vida financeira, é estudante e atuante no mercado financeiro desde 2010.