7 Passos para FUGIR da Poupança de uma vez por todas!

Piggy-bank-broken-with-money

Quantas vezes você já disse para si mesmo: “Não aguento mais esses 0,5% da poupança, quero outra coisa que dê mais dinheiro!”. Inúmeras, eu acredito. Mas muitas vezes temos medo e insegurança, pelos mais diversos motivos possíveis de largar esses 0,5% mensais.

Uns tem medo porque acreditam que perderão o suado dinheiro, outros tem medo porque não confiam em bancos e corretoras, outros gostam de checar todos dia se o dinheiro ainda está na conta, outros até mesmo pensam que se o governo tirou dinheiro da poupança no passado, porque não iria mexer em outros investimentos?

Já chega de tantos medos. Darei o passo-a-passo para você se livrar da poupança e começar a rentabilizar de verdade seu dinheiro. Antes, vamos entender o que é a poupança.

O que é Poupança?

porquinho_AnthonyBradshaw_PhotographersChoice

Já parou para se perguntar isso? Por qual motivo o banco me dá dinheiro apenas por eu deixar esse dinheiro parado na minha conta?

Parece simples, mas muitas pessoas não tem o conhecimento básico delas. A maioria das pessoas investem na poupança sem nem saber como é a remuneração dela.

O motivo pelo qual o banco nos remunera é simples. Quanto você investe na caderneta de poupança, o banco que você está investindo utiliza esse valor para emprestar para outras pessoas. Então se você tem R$ 5.000,00 na poupança, o banco irá utilizar este valor para empresar para a pessoa/empresa que vai até o banco em busca de um empréstimo, ou irão utilizar este dinheiro para outro projeto que tenha maior rentabilidade.

É simples assim. O banco irá empresar a uma taxa que ele achar mais conveniente e irá remunerá-lo nas taxas de juros da poupança. Mas qual é essa taxa? Como é calculada?

Remuneração Poupança

stock-footage-percent-sign-animation

Quem lembra em Outubro de 2012 quando os brasileiros receberam a informação que a poupança iria passar de 0,5% ao mês para 0,4% ao mês? Você provavelmente se lembra disso, mas sabe o motivo dessa redução?

Hoje, os juros da poupança está diretamente ligado à taxa Selic (saiba mais sobre a Selic aqui), sendo sua remuneração a seguinte: Se a taxa Selic for igual ou menor do que 8,5% ao ano, a poupança irá render 70% da taxa Selic + Taxa Referencial. Quando se Selic for maior que 8,5% ao ano, a poupança irá render 0,5% + Taxa Referencial.

Voltando no parágrafo anterior,  o real motivo de a poupança ter baixado de 0,5% para 0,4% em Outubro/2012 foi que neste período a taxa Selic caiu para 7,25% ao ano, ou seja, a poupança caiu para 70% de 7,25% o que resulta em um rendimento de 5,08% ao ano, equivalente a 0,42% ao mês.

Realmente é um investimento que não vale muito a pena. Mas por qual motivo ainda é um dos investimentos que o brasileiro mais aplica seu dinheiro?

Porque investimentos na Poupança?

poupanca

Existem alguns fatores para isso. O Primeiro deles é a cultura. O brasileiro tem a cultura de sempre que sobrar um dinheiro, colocá-lo na poupança. Isso passa de pai para filho, de familiar para familiar. É o investimento que todo brasileiro conhece. Não tem como negar isso.

O motivo de a poupança estar enraizada na nossa cultura é simples: é o investimento que todos os bancos fazem propaganda e incentivam a aplicação.

Os banco promovem a poupança por 2 motivos. O primeiro é que eles fizeram da poupança o investimento mais simples possível, exatamente para os brasileiros que não querem se “incomodar” em conhecer alternativas de investimentos, os bancos oferecem essa solução, rápida e fácil. O segundo motivo é que é a tarifa mais baixa que o banco irá pagar para você.

Por isso que para os bancos está ótimo dessa maneira. Por isso que quando você vai até a Caixa Econômica Federal, os funcionários do banco dão de presente para seu filho um “Poupançudo da Caixa”, para que o banco continue conseguindo as menores taxas.

Sabendo disso, está na hora de mudar. Não dá mais para ficar ganhando a menor taxa do mercado financeiro simplesmente por ser mais “simples”. Vamos fugir da poupança utilizando uma ferramenta da Administração, de uma forma muito básica.


 

Conhecendo o 5W2H

unnamed

Vamos utilizar a ferramenta da administração chamada 5W2H. Acalme-se. É um processo de fácil entendimento e simples de executar.

É uma ferramenta simples, mas MUITO útil. O 5W2H é uma maneira de deixar claro cada etapa do processo de sair da poupança de uma vez por todas. Este nome vem pelo que ele representa, que são exatamente 7 etapas para o processo ser bem definido.

#1 What – O que?

#2 Why – Por que?

#3 Where – Onde?

#4 When – Quando?

#5 Who – Quem?

#6 How – Como?

#7 How much – Quanto?

Agora o nome faz mais sentido, certo? Enfim, estes são os 7 passos para fugir da poupança. Defini-los muito bem, e manter-se leais a eles é crucial para atingirmos nossa meta. Vamos agora ao passo-a-passo de como fazer esse planejamento pessoal para melhorar seus investimentos.


 

#1 What? – O que?

download

O que? O que será feito? O primeiro passo é simples, porém muito importante. Descreva o que você irá fazer. Informe e transcreva para o papel O Que você está fazendo. Parece bobo este passo, mas ter todos os passos bem definidos irá ajudar para esclarecer o que você está fazendo. A organização nos motiva a continuar no caminho certo.

Portanto não subestime este passo. Informe o que você está fazendo. Informe que você quer SAIR DA POUPANÇA!


 

#2 Why? – Por que?

warum

Por que isso? Por que você quer sair da Poupança? Descreva seus motivos. Com certeza são inúmeros os motivos.

Melhorar a renda, conseguir uma rentabilidade maior para meus investimentos, fazer o meu suado dinheiro render e crescer melhor. Lembre-se que na renda fixa você consegue 0,75% tranquilamente.

Este é um ponto contrastante. Conheço inúmeras pessoas que dizem: “Não vou sair da poupança, pra aumentar só de 0,5% pra 0,75%. A diferença não compensa tudo o que terei que passar!”.

As pessoas não param para pensar que de 0,5% para 0,75% existe uma diferença de 50%! As pessoas têm a disposição um aumento de 50% nos seus rendimentos e dizem que não vale se “incomodar”, mesmo que não tenha nenhuma dificuldade em investir em outros ativos. Loucura!

Se você pensa assim, está na hora de mudar. 50% fará uma diferença enorme no longo prazo!

Está gostando do artigo? Então:

_________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________

#3 Where? Onde?

Where

Onde isso acontecerá? Esse ponto é importantíssimo. Primeiro, esteja ciente de que NÃO será no seu banco.

Isso mesmo. Não basta fugir da poupança. Você tem que fugir do se banco também. Os bancos cobram taxas absurdas, querem ganhar em cima de você em tudo. Irão priorizar colocar seu dinheiro onde irá render mais para os eles e não para você. Fuja deles o mais rápido possível!

Se não é para investir em bancos, para onde eu vou?

É preciso abrir uma conta em uma corretora de valores mobiliários. As corretoras de valores mobiliários, para melhorar nosso entendimento, vamos dizer que são pequenos “bancos”. Você irá abrir a conta em uma corretora, e eles irão disponibilizar para você uma conta corrente.

Você deverá transferir o dinheiro do seu banco para a corretora, através de transferência bancária. Não se preocupe, não precisa ficar desconfiado de “pra onde vai este dinheiro”. É tudo totalmente seguro. Todas as corretoras são fiscalizadas por órgãos governamentais, e todas suas transferências são monitoradas.

Com o dinheiro na conta da corretora, basta verificar os ativos que a corretora irá oferecer. Cada corretora tem ativos específicos de renda fixa e renda variável. Para saber qual selecionar, explicarei em artigos futuros.

Ok, parece simples. Mas como fazer tudo isso??

Eu sei como é ler isso e ficar pensando, “Como abrir? Qual corretora? Posso confiar?”. Não se preocupe. Irei explicar tudo no passo #6. O importante aqui é saber que investir dentro do banco não vale a pena.


 

#4 When? – Quando?

Given-When-Then-300x225

Quando? Quando deverá ser feito isso? HOJE!

Sem nem pensar duas vezes. Procure hoje a melhor corretora para você e já abra sua conta. Pare de perder tempo.

Não fique criando desculpas para você mesmo. Não fique pensando que será muito difícil, que tomará muito tempo. NÃO!

Não dê mais desculpas. Comece a agir agora. É do seu futuro que estamos falando. É o seu dinheiro que está em jogo.

Estes 0,75% que você pode conseguir tranquilamente na renda fixa são seus. Então esta diferença que você impõe a você mesmo, de conseguir 0,5% ao mês invés de 0,75%, é o seu dinheiro que está indo embora.

Comece a agir hoje!


 

#5 Who? – Quem?

Who-460x295

Quem irá fazer isso? Quem irá correr atrás da documentação e se informar como é a corretora, como é que se faz a transferência?

VOCÊ!

Não é seu amigo, não é seu parente, não é seu consultor financeiro, e muito menos será seu gerente de banco. Será você mesmo!

O interesse deve ser seu, pois é o seu patrimônio que está em jogo. Você deve se informar se essa corretora que você escolheu atender realmente a todas suas necessidades, deverá se informar de quais ativos a corretora oferece, deverá saber o motivo de você estar investindo.

Não adianta jogar a responsabilidade para outra pessoa. Você é o grande interessado, então comece a procurar informações!

Está gostando do artigo e ainda não se inscreveu?

_________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________

#6 How? – Como?

how-to-grow-taller-page

No passo #3 falei sobre o Onde, comentando sobre a importância de você sair do seu banco e abrir conta em uma corretora. Quando iniciei, lembro que fiquei com diversas dúvidas de como abrir uma conta, se podia confiar numa corretora, depois de abrir o que fazer? Sei como é isso, não se preocupe que tudo é garantido e seguro.

O primeiro passo é escolher a corretora certa. Há diversas no mercado, por isso eu aconselho a pesquisar no site da Bovespa, que você pode acessar através deste link. A Bovespa fez uma listagem contendo todas as corretoras fiscalizadas do Brasil, e ela faz um filtro de acordo com as suas necessidades.

Pesquise as corretoras que tem o que você precisa. Depois disso, compare quais têm as menores Taxa de Corretagem (taxa cobrada quando você compra/vende algum ativo) e Taxa de Custódia (tarifa mensal cobrada para custodiar seus ativos de renda variável).

Muitos têm duvida de onde abrir sua conta. Uns querem os menos custos, outros querem uma que forneça bastantes informações sobre tudo, outros querem tarifa zero em alguns serviços, entre outras diversas vantagens e necessidades.

A minha dica é: Não se prenda a uma corretora. Eu, pessoalmente, utilizo 3 corretoras para fazer minhas  operações! Lembre-se que para muitas coisas você não paga nada. Por tanto vale muito a pena escolher mais de uma corretora, buscando todas as vantagens que você precisa.

Portanto comece sem medo. Acredito que como primeira corretora, é melhor você escolher algumas das maiores do mercado, que forneçam uma grande variedade de informações e tenham um ótimo atendimento online. Não se preocupe em pagar um pouco mais de taxa agora, o importante primeiro é você entender bem como funciona o mundo das corretoras e do mercado financeiro. Mais para frente abra outras contas em outras corretoras, ficando ligado sempre nos gastos!

Agora entre no site da Bovespa e procure as corretoras que atendam as necessidades que você precisa para o início e abra sua conta. Esse passo é mais simples do que parece. A maioria das corretoras tem sede em São Paulo, mas você não precisa ir lá pessoalmente abrir sua conta. Isso tudo é feito online, através do site de cada instituição.

Então, assim que você achar a corretora que melhor tenha seu perfil entre no site e acesse a parte do “cadastre-se” para preencher alguns de seus dados, imprimir os contratos e assiná-los, para em seguida encaminhar para a corretora por correio. É muito, mas muito simples mesmo!

Feito o cadastro, a corretora irá informá-lo de como fazer o primeiro deposito. Como eu disse, basta fazer uma transferência bancária. Não tem perigo, as corretoras são todas fiscalizadas rigorosamente pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e para abrir uma corretora não é simples, em alguns casos nem é possível.

Portanto abra sua conta sem medo!


 

#7 Hou much? – Quanto?

Calculator How Much Can You Afford or Save

Este é um passo muito importante. Como eu já falei em um artigo anterior, que você pode ler aqui, o Quanto é um passo que devemos sempre manter em mente.

Quando deverá ser feita a transferência para sua corretora? Quando começar a investir em outros ativos?

É importante lembrar que não vale a pena transferir R$ 200,00 todos os meses para sua corretora, onde seu banco acaba cobrando R$ 10,00 para fazer um DOC (transferência bancária). Portanto o Quanto considera o momento de você fazer transferência, que não deve ser maior do que a primeira rentabilidade do mês que se espera para investir este dinheiro.

Para exemplificar: Você está fazendo uma transferência para sua corretora para investir em um ativo que irá render 0,7% no primeiro mês. Seu banco cobra R$ 7,00 para fazer o DOC. Então sua transferência deve ser no mínimo de R$ 1.000,00 para que seja compensado logo no primeiro deposito (dúvidas acesse este artigo).

Caso você não consiga poupar este valor por mês, vá aplicando na poupança mesmo até atingir os R$ 1.000,00 para fazer o DOC e começar a render de verdade seu dinheiro! Para dicas de como economizar seu dinheiro, recomendo a leitura deste artigo.

Lembre-se sempre disso! Não acabe gastando demasiadamente. Lembre-se de incluir todos os gastos nessa conta! Custo da transferência, custo de corretagem, custo de custódia, são alguns exemplos dos custos.


 

Conclusão

Pare de ter medo de sair da poupança. Esse medo está fazendo você perder dinheiro e oportunidades. Comece hoje mesmo a fazer seu planejamento para fugir da poupança!

Lembre-se dos 7 passos! Descreva tudo, mantenha em mente, e comece a alterar sua maneira de pensar. Isso é preciso para que você possa viver melhor e com mais tranquilidade.

Se você está pensando: “OK, já entendi e vou sair da poupança. Mas para onde eu vou? O que é seguro e o que é arriscado? Onde rende mais?”

Todas são perguntas coerentes. Para saber a resposta, fique ligado no Economizar e Investir! Os próximos artigos serão sobre os ativos a nossa disposição!

_________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________

The following two tabs change content below.
Pós-graduado em finanças pela Fundação Getúlio Vargas e bacharel em Administração. Gestor Financeiro da High Stakes Academy e Consultor Financeiro Pessoal, ajudando diversas pessoas a melhorar sua vida financeira. Estudante e atuante no mercado financeiro desde 2010.
  • Henrique De Sá Brito

    Quais são as 3 corretoras que você usa?

    • Matheus Lange

      Henrique, boa tarde!

      Utilizo a Mirae, DirectaInvest e XP. Cada uma com uma estratégia.

      Um abraço!

  • Importante lembrar o DOC, mas na verdade hoje em dia as grandes corretoras possuem conta nos principais bancos. Ai bastante escolher a cotna do mesmo banco para transferir e nao vai pagar o DOC. Mas caso a corretora escolhida nao tenha conta do seu banco, tem como criar uma ‘conta digital’ em quase todos os bancos. Essa conta não possui taxas porque entende que voce nao usará servicos como gerente ou mesmo atendimento pessoal.. irá lidar com o banco apenas pelos meios digitais e caixas eletronicos(deposito). Vale pesquisar.. mas claro que a primeira alternativa é mais simples

    • Matheus Lange

      Olá Moacir!

      Obrigado pela contribuição! Com certeza verificar se a corretora aceita depósito diretos de bancos comerciais é uma ótima alternativa. Porém, muitas pessoas acabam se importando mais com os serviços e ativos que ela oferece, e acabam não checando este item. Por isso gosto de destacar a importância de verificar os valores de DOC e TED, com certeza que não paga essas transferências não tem o que se preocupar quanto a isso.

      Um Abraço!